02/02/2010

Palavras, farsas e silêncios


.
Palavras, farsas e silêncios

Tu queres poesia?
Então, perfuma-te num longo banho,
Despe tua mais sedosa camisola
E deita teu belo corpo naquela cama.

..........Sim! Aquela, onde enfrento meus medos
..........Todas as noites
..........Sem teu hálito doce e só.

Agora, abre teus braços
E oferece teus seios
Com teu melhor olhar...
E cala minhas palavras
Com os beijos
Que te levarão pra bem longe daqui.

Confia-me teu ventre
Às luxurias que aprendi nos bordéis,
Onde jamais pisastes...
..........E entreabre tuas pernas
....................Relevando-me teu melhor abismo...

Tu queres poesia?
Então, receba a poesia que te cabe!
..........Sente como ela te avassala!
....................Te corrompe, te reduz a simples fêmea.

Percebes a poesia, agora, dentro de ti?
Pois, ela é tua! Somente tua...
.
... E eu te espero...
Nesse movimento contínuo
De certeza, dúvida...
.
...Até que a tua meretriz
Libere o urro que trazes
Preso à garganta,
Parido de tuas entranhas
E liberte teu melhor orgasmo.

...Louco? Eu?
Não, apenas um raro
Um poeta, talvez amante...
..........Mostra-me um poeta
....................Que não seja louco,
..............................Que te mostrarei um farsante!
.
.
Anderson Fabiano
.
Imagem: Getty

34 comentários:

THÁSSIA disse...

Lindo poema....Está de parabéns!Como sempre surpreendendo!!!
Sucesso!!!
Beijo!!

Jorge Sader Filho disse...

Sensual! Bastante, sem cair na vulgaridade. Acertou o alvo, amigo Fabiano.

Aquele abraço.
Jorge

´Flor* disse...

BEM VOLTEI.Uma poesia que mexe muito com o leitor..expressiva ,caliente,que dá asas a imaginação..\sucesso\bjuss\Flor**

Ivana Marisa Altafin disse...

Oi Anderson,
Belo poema e intenso também.Obrigada pela visita no meu blog. Um abraço e deixei mais algumas palavras para você no meu blog.

El Drac disse...

Un poema sorprendente, un poco fuerte, pero así se estilará en su país tan embuído de modernidad. de cualquier manera sus letras con la calidad de siempre. Me gustaría sin embargo (si pudiera) coloque un traductor para no tener que recurrir a una página externa. En mi blog tengo uno muy bueno de muy fácil aplicación. Es gratuito.

Caterina disse...

Querido Anderson,
sei molto appassionato:)).Chi ti legge puó sentirsi in imbarazzo. Ma senza sentimenti intensivi cosa vale la vita?
Buona notte e tanti bacini

Pedrasnuas disse...

GOSTEI MUITO DO POEMA MAS DEIXO AQUI ALGUMAS QUESTÕES...
PORQUE SERÁ QUE SÓ TU ÉS POESIA E ELA UMA SIMPLES FÊMEA QUE PODE SER CORROMPIDA ?...
NÃO SEI MAS SENTI UMA CERTA SUPERIORIDADE ...POR SERES POETA E MACHO...ESTAREI CERTA?

OBRIGADA PELA BELEZA DO TEU COMENTÁRIO ...

ABRAÇO

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde.
Dando uma passadinha para apreciar as últimas novidades.Belíssima poesia, queria serv romântica assim.
Para quem cultua, hoje é dia de fazer pedido, é dia de Iemanjá.
Aproveito a minha estada aqui no seu cantinho para comunicar que, devido a diversos pedidos com algumas explicações, farei uma série com os orixás importados da cultura africana e cultuados no Brasil
Comecei como Iemanjá, pois hoje é o dia dela.Espero que aprecie um pouco dessa literatura africana que muito nós outros por suas histórias e mitos.
Um grande abraço.
Silvana Nunes

Anne Lieri disse...

Anderson,que poesia ousada,corajosa e simplesmente divina!Em toda sensualidade de teus versos,a revelação do poeta maravilhoso que és!Abraços,

Helena disse...

*
Fascinante pela sensualidade,
arrebatador pela intensidade,
envolvente pela sutileza e sensibilidade.

Disse uma vez que tua poesia é um Janeiro
com sol na janela e lareira acesa.
Essa é a sensação que a emoção transpira ao ler você.

Lindíissimo, Fabiano!

Quices 4 u e meu carinho.

sol disse...

Oi, Anderson

Teu blog está lindo, um beijo de boa noite.

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim agradecer sua visita, obrigado.

Lindo blog.

beijooo.

Mª JOSE disse...

Maravilloso texto Anderson.Vengo para agradecer el comentario en mi Mundo.
Gracias.MJ

© Capri disse...

Hermoso blog, fantastico poema!!

obrigada pola visita

un beijo agradecido

Caterina disse...

Querido Anderson,
rileggo la tua poesia per riscaldarmi:)). Da noi l'inverno assomiglia molto a quello di Torino. Cioé tre mesi o un po'piú:dicembre, gennaio e febbraio. In marzo in genere possiamo giá cominciare i lavori del giardino. Io amo il nostro giardino che sta a 8 km dalla casa dove abito. Il verde e il cinguettio di uccelli mi rasserena. Anche solo parlandone mi vengono sentimenti piacevoli.
Un grande abbraccio

Silvana Nunes .'. disse...

Bom tarde, fabiano
Muito obrigada pela visita e por seu carinhoso comentário para com o meu trabalho.
Conforme o combinado, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... continua com a série mitologia dos orixás como eu havia prometido: hoje eu escrevo sobre a lenda da criação. Se puder, passa por lá.
Volte mais vezes, FOUI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Tenha um bom dia.
Beijo grande,
Saudações Florestais !

Blogadinha disse...

Como é o dito: de médico e de louco todos temos um pouco. Que bela loucura paira por aqui - gostei!

Obrigado pela visita ao blogue.
Boa semana

João Videira Santos disse...

Longo de mais para o meu gosto,mas...diz tudo e isso é importante. Abraço

Anônimo disse...

E viva a loucura poetinha!!!
Amei o texto!! Muito sensual, provocante, cheio de vida e amor!!
Parabéns!!
Bjs,
Leka.

mundo azul disse...

_________________________________


Arrasou, poeta!
Em cada verso, um grito de paixão... Versos fortes, sensuais e lindos!



Beijos de luz e o meu carinho!!!

__________________________________

IOLY disse...

Até gosto de poesias, por vezes demoro a entender, rs.

Obrigado pela visita.
Beijos.

TORO SALVAJE disse...

Cada vez más farsas.
Cada vez menos poesía.

Saludos.

Alís disse...

Quiero poesía, claro que quiero poesía. Y aquí la encontré.
También prefiero una alegría fugaz o el dolor de un sentimiento vivido a la banalidad de una vida sin emociones. Me gustó esa descripción que hago del todo mía, si me lo permites.
Gracias por tu visita y por descubrirte.
Beijo

Mamen disse...

Precioso poema, lleno de sensualidad y pasión, y cómo tú mismo dijiste en mi blog "el buen gusto está a la izquierda del alma".
No sé si eres un loco, pero desde luego eres un gran poeta y tienes un blog maravilloso. Gracias por visitar el mío y por permitirme descubrirte. Volveré por aquí a menudo.

Un abrazo.

Alma Inquieta disse...

Olá Anderson!

Muito obrigada pelas palavras e pelo carinho neste duro golpe que a vida me deu!

Um beijo!

Fabrício Santiago disse...

Anderson, amei tua poesia, não é elogio barato não, amei mesmo!
Bom ver teu espaço ta muito ajeitado, agora sempre dou uns pulos por aqui pra te acompanhar.
Ah, volta e meia estou por essas bandas, meu pai tem um sítio em Sampaio Correia, e sempre a caminho, eu paro na churrascaria Maminha de Ouro e como um rodízio lá.
Abraços
Fabrício Sanitago

Helena disse...

*
Fabiano, querido!

Amei a idéia e adorei a proposta!

Assim como em "Vestígios... Diamantes", nosso primeiro dueto, o teu "PALAVRAS, FARSAS E SILÊNCIOS" e o
meu "DE(S)ÁGUAS" teem uma sinergia mágica e deliciosa!

Como você disse, dá samba “bem do bonzinho” sim! rsss

Gosto que nossas letras tenham esse “encaixe”.

E vou adorar, mais uma vez, "tua palavra e a minha, caminhando, lado a lado, com mãos dadas em poesia!”...

Combinamos a data?

Carinho (mais),
Lê.

vuelo de hada... disse...

Muchas gracias por pasarte por mi rinconcito yo me instalo aqui en el tuyo para leerte.
Es un placer..hermosos versos...

Fabrício Santiago disse...

valeuuuuuuu!

Anderson Fabiano disse...

lê, duetar com vc tem sido um dos melhores presentes que a poesia me proporcionou. como vc disse, nosso "encaixe" tange a perfeição e, como disse em seu blog, a Poesia já nos celebrou um par aos olhos da Eternidade e a experiência já nos ensinou a "esperar" o momento certo de cada prazer que nos foi destinado. assim, sento-me à "soleira da porta" e aguardo o seu sinal.

carinho (sempre)
af

Xiomara Beatriz disse...

La poesía es un camisón de seda traslúcido…suave …con el justo aliento de versos …abre sus brazos para ávidamente se consumida con los ojos..¿Que es la poesía?...todo aquello que sale del corazón …te dejo un beso por tan hermosa poesía.

Triste Flor disse...

Uau... que lindo, um poeta amante, lindo lindo lindo, bjus poeta.

Maria Helena Sleutjes disse...

Este poema é simplesmente instigante, envolvente e apaixonante.
Parabéns, Fabiano, pelo trabalho poético e pelo espaço que está ficando cada vez melhor.
Bjos

iracema forte caingang disse...

Muito estimulante e sensual.
Gostei muito do seu blog beijos
BEIJÃO