24/02/2010

Encontros, afetos e manhãs



Encontro, afetos e manhãs

Quando meus pés cansados,
Feridos e sem rumo,
Precisaram de um bálsamo,
..........Foram suas mãos que o acarinharam
..........E sua língua que lambeu as chagas.

Quando precisei de ar,
Encontrei seu peito,
..........Doado e sem contrapartidas.

Quando precisei de um depois,
Um norte, um cais,
..........Foi por sua esperança
..........Que fui conduzido.

Quando precisei de um céu
Sobre minha cabeça erma,
Tola e sem serventia,
..........Você se fez estrela pra mim
..........E convenceu-me da caminhada.

Por esse nosso encontro...

Foi no travesseiro do lado,
Que você encontrou
..........sua melhor paz.

Foi no meu olhar cúmplice,
Que você se refez
..........dos desamores tantos,

E foi no meu peito
Que sua mão aninhou-se
..........para dormir suas melhores noites.

Então,
.
Cada um de seus poros
Confiou-me o melhor sorriso,
Nas manhãs.
..........E, nas noites,
..........Seus melhores segredos e suores...

Simples assim...
..........Como um afeto prometido
....................Pela eternidade.
.
Anderson Fabiano
.
Esta poesia foi inspirada em "Então, estrelas" de Helena Chiarello e a ela é dedicada. AF
.
Imagem: Pesquisa: Helena Chiarello, Arte: Anderson Fabiano
.

40 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Anderson Amado
Que linduuuu! Um dia ainda hei de ter uma poesia escrita só para mim e por mim...(pretensão? não me importo).
Beijuuss n.c. poeta, cronista, escritor...

www.toforatodentro.blogspot.com

Helena disse...

*
Barba,

Não sei palavras que digam o pulso do coração a cada significado, o brilho dos olhos a cada entonação de voz, a cintilância da alma a cada momento e gesto.

Comovida e com meu melhor sorriso, digo outra vez:

“Despertas-me,
com o mesmo gesto sereno
da noite ocupada em luar,
com um olhar que traduz
um brilho colhido de estrelas.

Despertas-me,
com tua presença calma
e uma palavra,
branda como o gesto da bruma
sobre a manhã recém revelada.

Respiro o céu compartilhado,
toco você em meu infinito,
beijo a paz
e amanheço.
Com a alma constelada.”

Amo sim. Sempre. E ainda mais.
*

Anônimo disse...

Oi menino!!!

Poetinha muito romantiquinho e fofo!!! Adorei!! parabéns!!!
Bjões,
Leka.

vuelo de hada... disse...

Anderson amigo
Me hiciste recordar con estos versos que cuando se esta acompañado de la soledad y de los recuerdos, la soledad esta alli, muy callada, haciendose amiga al escuchar.
A quièn le contamos nuestars alegrìas y pesares?
Un abrazo hermosos versos, como siempre un placer leerte.

experimental disse...

Olá,
O teu blogue é de muito bom gosto e sensibilidade. Gosto das tuas poesias cheias dee romantismo, que acompanhas com belas imagens.
É bom vir até aqui...
Beijos,
Manuela

Sonhadora disse...

Meu amigo
como é lindo o seu poema, adorei ler palavras tão belas.

Beijinhos
Sonhadora

El ave peregrina disse...

O afeto é imprescindible para o ser humano... Fermosa entrada Fabiano, com tua permissão fico com:

"Quando meus pés cansados,
Feridos e sem rumo,
Precisaram de um bálsamo,
..........Foram suas mãos que o acarinharam
..........E sua língua que lambeu as chagas".

Un placer leerte.

Alís disse...

Maravilloso encuentro el de dos personas que se complementan, que ofrecen lo que el otro precisa, que se mecen y se alimentan...
Y maravilloso poema, Anderson Fabiano.
Beijo

Xiomara Beatriz disse...

Cuando de tu alma salen los versos hacia las demás almas son bálsamo bendito que alimenta el corazón de fe….esperanza…que su mano siga acunando tan sublimes versos …desde mi afecto para ti …besos

Mahria disse...

Passando para te agradecer sua amável visita em meu blog e pedir desculpa por somente agora vim retribuir.

Me encantei com você e sua poesia, amei essa especificamente "Encontros, afetos e manhãs".

Voltarei.

Bjs
Mah

Caterina disse...

Che romantico é il vostro incontro notturno:))!!! Mi piace di piú l'ultima parte della poesia.
Bacini a voi due

Silvana Nunes .'. disse...

Ai, Anderson. Queria ser romântica assim. Com este tema não conseguiria escrever uma linha sequer

FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um bom dia para você.
Saudações Florestais !

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Anderson
Obrigado pela visita ao meu blog e pelo comentário. Adorei o seu poema.
Abração

AFRICA EM POESIA disse...

Anderson

obrigada pela visita

A poesia une as pessoas




50.000 Visitas
obrigada ,,,
deixo um beijinho



ACONCHEGO




Poesia...
Tantas vezes...
Tão pequenina...
E que tanto...
Encerra...

...

Hoje...

...

Sem nada escrever...
Apenas a pensar...
Sinto que...
Apenas a poesia...
É o meu aconchego...

LILI LARANJO

El Drac disse...

Excelente poema, "você me fez e me convenceu a pé" estrela "muito bonito, tudo que eu tenha gostado do poema, é sempre bom vir visitar. Estou enviando-lhe um abraço.

Niniane disse...

Amor.

***

Triste Flor disse...

Suas palavras cravam em nossa alma... e permanece grudadas nos sentidos... adoro esse jeito que escreves, bjus, meu carinho...

mundo azul disse...

_______________________________

...aiaiai! Que bonito!
Encontros que desabrocham em poesia... Que seja para sempre assim!


Beijos no coração e o meu carinho GRANDE...


__________________________________

Maurélio disse...

Poeta Anderson, divina inspiração, está maravilhoso o poema.
Abraços

Taty Cascada disse...

Tus manos están benditas de bellas palabras, tu verso es un regalo para mis ojos y sentidos.
Un abrazo amigo.

quicas disse...

"Quando precisei... " - tão simples, tão belo, "como um afeto prometido pela eternidade"!
Com carinho
Joaquim do Carmo (quicas)

Sonia Schmorantz disse...

É um poema de especial beleza, parabéns!
Um abraço e ótimo fim de semana

Maria Helena Sleutjes disse...

Mil suspiros para esta delícia de poema! Nos seus versos o amor é possível, e mais que isto, ele é o amor acalentado pelos humanos há muitos séculos. Seu espaço está cada vez mais bonito, mais movimentado, mais tcham!!!
Beijos poéticos

manuel marques disse...

Grato companheiro,isto é fruta da época aqui pela Europa.Agradecido pela visita ao meu quintal,volte sempre o portão está escancarado.

Abraço.

Norma Villares disse...

Taí, gostei de seu blog, estou acompanhando, posso?
Melhores abraços

Isa disse...

Ainda bem que me visitou pq tenho a oportunidade de conhecer os seus Poemas,o seu espaço!
Temos Amigos comuns. O Manuel Marques,a Sônia,a Zélia,a Sonhadora!
É "isto" que de belo tem a blogosfera!
Voltarei.
Beijo.
isa.

Desnuda disse...

Anderson,

obrigada pela visita que me proporcionou não só uma bela manhã, mais um belo dia! E que venham mais e mais!

Belíssima poesia. Um lindo blog com rico conteúdo.

"...Foi no meu olhar cúmplice,
Que você se refez
..........dos desamores tantos,"

Lindo e verdadeiro!

Beijos

Maria disse...

".....Simples assim...
..........Como um afeto prometido
pela eternidade..."
Que beleza, ao amor...aplausos !

Mas não tão simples, a liberdade /de dizer-te dos meus segredos, a maior verdade/que sendo tu, minha outra metade/ tenha que viver assim, a esconder-te a MINHA VERDADE.
Olá Anderson,
Obrigada pela visita- passando pra agradecer, me vi fascinada por esse espaço. Estarei sempre por aqui.
Um beijo carinhoso pra ti.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá,
Venho agradecer a sua visita e aproveito para lhe felicitar por tão belos poemas !

Escreveu :"estranhos esses homens... vivem tentando falar de amor, mas, deliciam-se com as fotos da dor..."

Eu não gostei de colocar fotos de dor e tentei não colocar fotos horríveis como encontrei na net mas, às vezes, é necessário chocar um pouco as pessoas para pararem de "chorar" sobre "a vida é dura".

Bom fim de semana

Verdinha

Poesia do Bem disse...

Obrigada pela visita, amei seu blog.lindos poemas, continue me visitando, estoua te seguir se dejar fazer tbm , me siga.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá Anderson,

Ainda bem que se desfez
um mal-entendido ! De facto, fiquei um pouco triste por ter pensado que não me tinha entendido porque sou uma pessoa pacifista, não gosto do sensacionalismo e gostava que houvesse paz, felicidade e amor em toda a terra. Se passar uma vista de olhos em várias postagens minhas, sentirá esta vontade de tentar compreender todos e dar valor à vida.
Volta sempre, será sempre bem-vindo !

Um abraço

Verdinha

Angela Ladeiro disse...

Parabéns por estas lindas palavras, tão bem acasaladas e transmitindo tantos sentires. Adorei. Obrigada pela visita e sua delicadeza. Parece-me pertencer à sua forma de estar no mundo...

Canduxa disse...

Só um coração cheio de amor pode escrever um poema tão romântico.
Que esse olhar cúmplice possa ser sempre o refúgio do ser amado.
Um espaço encantador, cheio de poesia....gostei muito.
Obrigado pela sua visita ao meu Mundo.

um abraço

CÉU E MAR... disse...

"Encontros, afetos e manhãs" são simples assim...belos como a poesia.. nascem todos os dias!

Abraços!!

Andreia disse...

Anderson, mas que maravilhas de poemas se encontram aqui!
Amei seu adorável cantinho.
Obrigada querido pela visita e por suas palavras!
Adoraria que participasse de minha coletiva, caso aceite, te espero amanhã nos meus Devaneios!
Beijo na alma e tenha um iluminado domingo...

xistosa - (josé torres) disse...

Fechei uma "casa", mas mantenho outra.
A vida não nos dá tempo para nada mesmo estando reformado.
Gostei imenso do que li por aqui.
Vou voltar.

Obrigado pela visita, mesmo com a casa encerrada.
Tinha fechado há pouco tempo.

Uma boa semana.

Jorge Sader Filho disse...

Uma prova de que está atento ao mundo, Fabiano.


Aquele abraço.
Jorge

Sonia Pallone disse...

O que é intenso não se traduz em palavras... sente-se pela energia que emana do que não é dito... Bjs querido.

Poesia do Bem disse...

Que lindo de se ler e sentir.Obrigada pelo carinhoe epelas beijocas na Emília, ela tá linda não é? abraços

Mamen disse...

Preciosa reunión entre dos seres que se necesitan, se desean y se complementan el uno a otro.

Tus versos son caricias para mi alma...

Mil besos.