20/01/2010

Vida e nortes



Vida e Nortes

Gaiola entreaberta,
Sonhos prontos pra voar.
Bússolas sem serventia
Ululam a tua volta.

..........Desejos...
....................Não precisam nomes,
....................Precisam vontades...

Ouça a voz de teu norte
E voa.
Abre tuas asas,
Sem medo, sem zelo,
Sem as vozes de fora

Conserva-te bela
Aos olhos do teu poeta.
Desejo e destino
De teu raro...

Meu norte segue sendo um pouco mais ao sul daqui...

....................Voa, pois, pro teu,
....................Que nos encontraremos,

........................................Uma vez mais...
.
.

Anderson Fabiano.Estas letras foram inspiradas na poesia Isso em mim, publicada no blog REVELLAR, de Helena C. de Araujo e a ela são dedicadas.
Anderson Fabiano

.
.

Imagem: Criação digitalizada pelo autor

10 comentários:

Caterina disse...

Grazie per le belle parole scritte sotto la mia cascata. Ho fatto un bel salto qui:). Ho la sensazione che tutti i brasiliani sono dolci e nati con la penna in mano. Forse perché siete cresciuti fra le bellezze naturali straordinari. Io purtroppo non parlo il portoghese, solo cerco di capirlo con l'aiuto del traduttore.
Bacini

Helena disse...

Como dizer algo à altura de tamanha poesia?
Como encontrar palavras que consigam alcançar a maciez e beleza de um carinho assim?
Então...
Esse foi o melhor jeito que encontrei de dizer o quanto essas palavras me afagaram o coração...

...

além de mim


um pensamento,
um repente,
um instante com voragem de eternidade
deu-me a luz de compreender
essa poderosa força que me eleva,
como a arrancar-me do chão,
como a livrar-me do hábito das raízes.

e me fez sentir que sei voar
e que posso alcançar todas essas vontades
que agora eu sei,
já nasceram fecundadas de horizonte.

é nesse ímpeto que me lanço,
sabendo que posso ir mais e além,
onde pode estar o princípio de tudo.

...assim, amor,
quando a brisa soprar em tua direção,
se ouvires um rumor de asas,
não te enganes...

...será apenas minha vontade
antecedendo meu destino...


...


Obrigada, barba,
por essa mão de poesia segurando tão carinhosamente a minha...

Te beijo, beijo...

Triste Flor disse...

Uiaa, mas isso tã bão demais rs dose dupla em perfeição rs amooo a Helena que tem um jeito todo especial de transformar sentimentos em versos, e seus poemas tbm encantam-me parabéns poeta, bjuss.

mundo azul disse...

________________________________

...lindo, lindo o seu poema, Anderson! Não se le muitos assim...



Beijos de luz e o meu carinho!!!


____________________________________

Maurélio disse...

Lindíssima sua poesia.
Os versos da Helena são deveras inspiradores.
Admiro muita esta conterrânea.
Abraços poeta amigo

Caterina disse...

Bella poesia,
mi fa pensare.
Vorrei tanto volare sulle ali di miei sogni, ma la triste realtá é che devo rinunciarne. Mi sento di essere senza ali (sem asas?) o meglio con le ali rotte.
Grazie per i tuoi bei pensieri.
Bacini

Mel Redi disse...

MARAVILHA! ADOREI! Parabéns caro poeta! Ab Mel

Valéria disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras...gostei de ler vc.

Taciana disse...

"Voe livre e feliz além de aniversários e através do sempre. Haveremos de nos encontrar outra vez, sempre que desejarmos, no meio da única comemoração que não pode jamais terminar". (Richard Bach).
Encantador seu Blog! Bjs. Taci.

Mara_Fenix disse...

Boa noite meu amigo,
parabéns pelo blog, esta lindo e por tanta inspiracão,muito boas as poesias.
Deixo meu carinho.
Bjks
Mara