19/07/2012

Confissões














Confissões

.......... Perdoa-me amor 
.......... Se não sei dizer “eu te amo”
.......... Com as palavras que você, talvez, queria...


Talvez sejam os medos
Acumulados nos abandonos pretéritos,
Talvez os segredos 

Urdidos pra te provocar, 
Ou talvez apenas degredos
Inventados por meus erros.


Mas, sei dizer “eu te amo”,
Quando me perco embevecido
Na visão do teu rosto,

Dos teus seios
Ou no passeio matreiro
De meus toques
Em tuas coxas e ventre,
Ou ainda nas poesias
Que não te escrevo.


.......... Isso mesmo: as que não te escrevo!

Perdoa-me, então, amor,
Pois me falta o tempo,
(No tempo que me resta),
Para “fazer” poesias.


Prefiro vivê-las
Nos gestos que nascem em você,
No afago que te doo,
Apaixonado,


.......... E na certeza desse meu jeito de amar
.......... Aqui, ardentemente, confessado.



Anderson Fabiano


Imagem: Acervo do autor

14 comentários:

manuela barroso disse...

...e perguntei-me se seria o poeta ou o eu poético.
Voltei a ler e à medida que os versos iam caindo na alma, me falalavam ao coração: não, este é ele, o Poeta!
Caí em mim. E bem cá dentro, algo me perguntava se ainda havia amor assim!
Parabéns querido amigo por guardar nesse peito tão grande cofre. E dentro dele tamanho amor. ELA é a poesia!
Um grande abraço aos dois!

✿ chica disse...

Que maravilhosa poesia, declaração de uma amor que cabe inteirinho em teu coração e extravasa em poesia!!

abração aos dois,tuuuuuuuuuuuuuuudo de bom!

chica

mhelena disse...

Que bela confissão de amor! Assim, você disse a ela um "eu te amo" que é só poesia.
Abraços

Leninha disse...

Teu canto tocou a minha alma e,tal qual um menestrel antigo,tua música invadiu os meus espaços e pensei na beleza e na intensidade destas notas musicais em forma de palavras dedicadas a uma Musa que acompanha teu coração e tua vida.

Bjsssss aos dois,

Leninha

EL AVE PEREGRINA disse...

Fabiano, un gran gesto el pedir perdón...te honra, amigo mío.
Fue un placer leerte.

Un abrazo.

Ana Miranda disse...

"Eu te amo" fica obsoleto depois de uma maravilhosa poesia dessas!!!

Quem precisa ouvir "Eu te amo" depois de ler tão belas e apaixonantes palavras???

Su disse...

moço...

olha só... eu vim, li, fui embora com os sentimentos... ainda não tinha "palavras" (naquele momento) pra escrever aqui... (pelo menos não as palavras de letrinhas normais, sabe?)... Voltei agora, reli tudo... e sabe? Ainda estou sem as tais letrinhas, porque o que você colocou aqui, digo "colocou" por que é muito mais do que escrever, e mais que tinta de caneta, mais que teclas de um pc ou de uma velha máquina de datilografar... o que tem aqui é ALMA... Sabe, talvez você me ache a mais "doida" agora, mas a Helena já me conhece um pouco...rs (qualquer coisa fala com ela...hehehe)... mas sabe o que eu senti aqui quando li e quando olho essa imagem tua que olha pra longe e nesse longe encontra essa moça bonita e de coração gigante igual ao teu? Então... senti Deus aqui... Porque pra mim Deus é a tradução daquilo que há de mais puro... não importa o nome nem a casa que dão pra ele... então só posso sentir Deus aqui na pureza desse amor de vocês.

Meus aplausos moço!

Beijo pros dois lindos sempre!

Su.

Helena Chiarello disse...

Tudo o que um coração que ama deseja é encontrar, no coração do amado, o templo e o altar onde se dará a mais bela celebração de todas: a do Amor que os torna um. A esse encontro, a esse sim correspondido, o universo se curvará, em reverência... E celebrará a VIDA, retribuindo a mútua devoção com a bênção do "para sempre". E "para sempre", meu querido, é todo o tempo que precisamos!

E, sabe... Se a poesia que escreve me faz feliz, a poesia de cada dia ao teu lado, me faz infinitamente mais!

Amo você! Muito e sempre!

Evanir disse...

Estou aqui através do blog da nossa amiga Anne.
Fiquei encantada com seus poemas e frases são belíssimas.
Um abraço e o feliz final de semana ,Evanir.

Bandys disse...

Oi,
Pouca vezes eu senti minha alma se aconchegar no meu corpo diante da beleza das palavras.

Bela poesia.

Abraços

Anne Lieri disse...

Fabiano,como vc disse: a Helena é sua melhor poesia!Inspiração apaixonada e belíssima declaração de amor!bjs e meu carinho,

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

Fiquei sem palavras perante este hino de e ao amor...Simplesmente belo.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Lola disse...

Mmmmm!
Pois é.
Saber pedir perdão é uma façanha.
E tu o fazes aqui poeticamente.
E que maravilha de poesia.
Adorei.

manuela barroso disse...

A melhor forma de celebrar o dia que agora finda é festejar o Amor.
Porque só amor igual ao vosso e dito tão espontânea e naturalmente comove, arrepia.
Ao poeta e ao ser amado, o meu sempre e maior respeito, carinho e admiração.
É que perante tão grande nobreza as palavras são ruído.
Obrigada pela sua e vossa amizade querido amigo.
Carinhoso abraço para os dois
SEMPRE!