08/03/2012

Teus seios
















Teus seios

Que segredos, afinal,
Guardam teus seios,
Além da privacidade que me confiou
E essa alvura que lhe empresta
Uma pureza
Que há muito se foi?

Quando são mais meus?
Quando clamam beijos atrevidos
Ou quando protegem meus sonhos?

Por que tocá-los
Me faz tão bem?
Por que beijá-los
Me faz melhor?
Por que sugá-los
Me devolve a vida?

Apraz-me, então,
Guardar o segredo
Das perguntas não-feitas...
E mais ainda,
Poder revê-los a cada hora,
A cada penumbra,
A cada gemido perdido na noite.

Anderson Fabiano

Imagem: Google

Feliz Dia Internacional da Mulher, meu amor.


8 comentários:

Helena Chiarello disse...

Obrigada, meu querido,
por esse presente tão lindo!
E pelo presente de cada dia...

Amo você!

joaquimdocarmo disse...

Que mulher não adorará esse toque tão sensual, sentido? Que mulher não deixaria, deliciada, "gemido(s) perdido(s)na noite"?
Belíssimo, querido amigo!
Bom fim de semana!
jc

mhelena disse...

Que presente este poema!! Lindo e sensualíssimo. Helena merece!! Abraços

Renata disse...

Excelente blog! Só a título de curiosidade há um agregador de conteúdos chamado TPM Links - Tudo para mulheres, super bacana, uma ótima forma de divulgar seu site.
http://www.tpmlinks.com.br/

joaquimdocarmo disse...

Também aqui, amigo, para renovar os votos de Feliz Páscoa e, entretanto, apreciar uma vez mais - e nunca será demais! - este belíssimo poema!
Abraço
jc

Jorge Sader Filho disse...

Sensual e apaixonado! Vou arriscar.
Sabe, Fabiano, tem o seu jeito, ou muito me engano.

Abraço,
Jorge

Lolita disse...

Lindo! Mto bom ter lido isso na minha manhã de segunda-feira!

Ana Miranda disse...

Uma declaração de amor feita em poesia!!!

Nada é mais belo, nada vale mais.

Simplesmente encantador!!!