19/05/2011

Confissões



Confissões

Me encanta ser humano.
Saber da falibilidade,
Esquecer as coisas,
Assumir meus contrastes e irreverências.

Me encanta haver tido a coragem
De aceitar a poesia em mim,
Com todos os seus riscos e confidências.

Me encanta saber que vivi toda uma vida
Esperando sua chegada,
Seu retorno de viagem tão longa,
Mesmo sem saber se você existia.

Me encanta, enfim, o despertar do dia,
O saber de novo o melhor caminho,
O receber, em confiança, o privilégio
De privatizar seu melhor carinho.

O sonho acordou e se fez realidade.
E minhas mãos, doce amada,
Desarmadas e nuas,
Estão aqui,
Ao alcance e reféns das suas.

Anderson Fabiano


Imagem: Google

24 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Quanto amor a escorrer desse poema, quanto carinho nas tuas mãos, quanta poesia na tua alma, adorei ler este poema lindo e deixo um beijinho.

Sonhadora

Menina no Sotão disse...

É tão bom quando a poesia mergulha no nosso intimo e faz seu ninho por lá como se todas as coisas pudessem ser esquecidas e esfriassem enquanto aquele sopro de carinho em versos aquece tudo lá dentro...

bacio carissimo

Helena Chiarello disse...

Me encanta a palavra, o gesto, a voz, o "esquecer as coisas", o "cada dia".
Me encanta o "ser humano" de contrastes, a irreverência, a coragem, a alegria.
Mas me encanta mais ainda as mãos mutuamente estendidas, sustentando o sonho que nasceu um dia.... E saber que cada verso, cada palavra de tua poesia, se eu soubesse escrever assim, seriam as mesmas que te diria.

Amo sim! E sempre...

manuela barroso disse...

Quereria começar por "Era uma vez..."
Mas não. É! E hoje.E agora.
Quem mais tem a alegria e força,a sorte de ouvir, sentir palavras tão profundamente belas?
Quem mais tem a felicidade de sentir a poesia feita pessoa que nos eleva, nos santifica?
Quem mais tem a maravilhosa sensação de que a ternura é uma partilha que cresce na medida em que a merecemos?
Não é só poesia mesmo, não! É um cântico ao ser amado, é um hino à vida, ao sonho tornado realidade!
Parabéns Poeta, pela música que existe em si!
Parabéns Ser Amado, por Ser a fonte de inspiração de tão grande beleza!
E sim!Além de bela, é de uma grandeza enorme: em sensibilidade, ternura,cultura e enorme ser Humano!
"E minhas mãos, doce amada...estão aqui, ao alcance e reféns das suas."!
A isto eu chamo Felicidade!
Parabéns.

"quicas" (joaquim do carmo) disse...

Amigo
Que beleza este seu poema! Que encanto nesse saber estar de "mãos... ao alcance e reféns...", que doçura na aceitação desse dom fantástico que é a "poesia em si", que ... ... ...
Quero que seja "apenas" um comentário, seu poema vale tanto!...
Te abraço com carinho

mhelena disse...

UAU!!! Que mágico este seu poema de amor, esta tradução de realização que só alguns poucos alcançam.
BJos

Triste Flor disse...

Admiro essa forma tão pura que sai da alma, tão bom quando esses encantos se tornam reais, tão bom encontrar depois de muito tempo esse amor, que faz reviver, viver... sabe poeta, que esse amor e esses encantos sejam eternos, admiro e desejo muitas felicidades... aos dois rs, amodoros rsrs Beijãooo

Caterina disse...

Ciao caro poeta dell'amore, sei fantastico.Ogni donna sogna di sentire parole cosi belle e tenerezza di un uomo come te:))
Baci e buona serata

AFRICA EM POESIA disse...

NESTAS CONFISSÕES deixo
Um beijo e...

INSPIRAÇÃO


A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...


E nesta inspiração...


Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...

Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me


Um presente de inspiração...


Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!


LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

NESTAS CONFISSÕES deixo
Um beijo e...

INSPIRAÇÃO


A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...


E nesta inspiração...


Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...

Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me


Um presente de inspiração...


Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!


LILI LARANJO

Leninha disse...

Querido Poeta,aqui estou novamente relendo a sua confissão e sentindo que as palavras me fogem diante de tamanha beleza...releio este poema e sinto a ternura,o lirismo,a cumplicidade e a magia que envolvem você e sua musa inspiradora numa aura de sonho e realidade.
Bravo,bravíssimo!!!
Obrigada pelo abraço que trouxe luz e poesia à minha alma.
Boa noite,Leninha.

Graça Pires disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
Beijos.

Milla Pereira disse...

Eu encanto-me com este Blog e suas letras. Bjs, com saudade, Milla

Baby disse...

Ser humano é ser autêntico e isso realmente é de encantar, como de encantar é este belo poema de amor, em que as mãos se dão, desarmadas e nuas.

Um abraço.

mhelena disse...

Me encanta vir aqui reler seus poemas!
Bjos

Milla Pereira disse...

CAro amigo. Admirando, uma vez mais (e sempre) teus versos de amor. Bom fds, bjs.

Gaivotadourada22 disse...

Todo o encantamento reside no âmago dos Poemas, pois é estrutural do manifesto vital da Poesia... E assim confessas, como Poeta que és, que teus "encantares" e os encantos de tua Poetisa, fundiram-se pela amorosa força da sublime imantação e tornaram-se reféns de um só Caminho... E o Universo todo ganhou mais Luz!!! Agradecemos com profundo carinho pelo luzir desses versos, pela verdadeira canção que cantam...
Um grande abraço e toda a felicidade do mundo para vocês!!!
Tenha certeza que moram em meu coração!!!

mundo azul disse...

_________________________________


Anderson, que lindo!!!

A mim, encanta esse seu jeito de declarar o seu amor em poemas cada dia mais belos e apaixonados...

Que assim seja, para sempre!


Beijos de luz e o meu carinho...

______________________________

Milla Pereira disse...

Boa noite, meu querido amigo. Tem um recadinho lá no meu Blog, tou te esperando por lá. FEliz em estar aqui, beijos, Milla

Vitalina de Assis disse...

Hola amigo!

Encantou-me suas palavras.

Bjs.

myra disse...

oi, meu querido amigo, faz tempo que nao venho aqui te ver...mas meu computer esta meio doidao, e eu sou mto impaciente, adorei este poema, alias amo todo teu blog!
um grande abraço muito forte

Gaivotadourada22 disse...

Passando por este recanto para desejar toda a felicidade na nova morada, que ela seja iluminada com a verdade de vocês Dois, assim ela será resplandecente!
Um abraço grande!
Tudo de bom!

joaquimdocarmo disse...

Caríssimo!
‎"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós."
(Antoine de Saint-Exupéry)
Abraços com amizade
Quicas

mhelena disse...

Estive aqui para preencher de luz-poesia-amor de novo. Ando por estas páginas como quem adentra um jardim especialmente florido.
Bjos