20/06/2010

Obrigado, silêncio


















Obrigado, silêncio...

Resgatei-te na memória cármica
Revendo fragmentos deixados na alma
Escondidos, protegidos, ungidos em Paz.
Numa paz que me roubaram,
Quando te tomaram de mim.

Redesenhei-te, então,
Através dos tempos,
Amparado pelos silêncios
Das tantas solidões
Que tua ausência me impôs.

No mesmo silêncio,
Que com seu sibilo secreto
Recantou-me tua voz
E renasceu-me na certeza da tua presença,
Não mais longínqua ou tênue ou incerta...

Mas, foram teus melhores odores
Que destinaram um sorriso
Aos meus lábios cansados
De proferir teu nome sem eco,
Sem respostas, ávidos de teus beijos,
Perdidos em outros tempos.

Então, soube de ti
Pelo almíscar revelado,
Pela mão estendida,
Pelo abraço que, tardio,
Sempre soube que um dia
Voltaria ao laço
Que nos faria unos,
Como da primeira vez.
.
Anderson Fabiano
 
Imagem: Google

Este texto se complementa com o poema "Eternos",
de Helena Chiarello, postado em Revelar.
.

7 comentários:

Helena disse...

Barba,
Às vezes acho que nenhuma palavra que eu saiba vai traduzir com fidelidade tudo o que sei e sinto. Então, paro em silêncio diante de tuas letras e penso... Talvez seja melhor, como o título do teu poema, também apenas agradecer.
Ao tempo, que nos conduziu e trouxe. Ao silêncio que nos ouviu e percebeu. À vida, que nos uniu e tornou próprios. E ao destino, que nos devolveu a nós.
Amo sim. E muito. E mais...

valquiriacalado@gmail.com disse...

Estou namorando esta poesia, deixaria eu coloca-la em meu blog? lindissima, e tocou-me muito, porfavor dei-me o concentimento no meu blog, pra que eu a venha busca-la, tratarei sua filhota com carinho, obrigada, abraços.

Anônimo disse...

Ooooi!!!
Tô véia gente, quento isso não!!
menininho, vou responder a vc usando, o teu espaço, para "falar" com a tua Lena, tá?
Bjões!!


Queridona!!

Se:"Andei pela eternidade à tua procura. E sei que estiveste pelo mesmo tempo à minha espera", assim for, amo vc!!
Chorei ao ler suas palavras... não é um simples encontro...
Como resposta/complemento que recebeste... vem, quem sabe, de outras vidas...
Querida, aumenta em muito a sua responsabilidade e aumenta em muitoa minha admiração!!!
Muito carinho, ternura e torcida para o TEU ENCONTO.

Poesia linda!!!

Bjinhos no coração
Leka.

rosa pena disse...

ta lindo seu blog.. um beijo carinhoso
rosa

Mahria disse...

Que este laço, que os façam unos para sempre como a primeira vez.


Bjs
Mah

Pérola disse...

Belo poema.
Parabéns pelo retorno poético.
Feliz dia do amigo.
Um beijo grannnnnde.

Helena disse...

É bom ler de novo - e sempre - os poemas que são, mais que especiais, os meus preferidos...
AMO esse poema! E nosso dueto ficou ninja.. rsss
Beijo, amo, beijo!

Revelar